Mangaratiba lança projeto “Trem dos Mares da Costa Verde”

Neste sábado (31), a prefeitura, com apoio dainiciativa privada, dará um grande passo ao resgate dos patrimônios culturale histórico do município. A cerimônia de lançamento do projeto ‘Trem dosMares da Costa Verde será às 9 horas, no casarão de pedra do condomínioReserva Ecológica do Sahy – local da antiga fazenda de engorda de escravos naépoca do império.
Oprojeto, que será detalhado numa apresentação em 3D, terá uma viagem temáticade trem, que sairá da Estação de Itacuruçá com destino à Praia do Sahy.
Ospassageiros poderão ver e vivenciar importantes elementos históricos, como asmonumentais ruínas do Sahy, que guardam em suas construções a lendáriatrajetória do tráfico negreiro, além dos pontos turísticos, culturais ehistóricos presentes nos 180 anos de história da cidade. O trajeto conta ainda comobras de arte à beira-mar, permitindo inclusive a visualização da Ilha Grande ea Ilha da Marambaia, emolduradas pelas muralhasda Serra do Mar.
ParaVitor Tenório, secretário de Turismo da prefeitura, o Trem Cultural vem parafomentar ainda mais o turismo da cidade.
-Nosso objetivo é criar mais uma oferta turística, a exemplo de outrosmunicípios que exploram esse segmento de turismo histórico e cultural. Queremostirar essa ideia de que cidades litorâneas só têm atrativos voltados para o mar- disse.
Oevento será aberto ao público e terá mostra gastronômica, apresentação de DVDcom detalhes do projeto. A cerimônia ainda terá mostra de artesanato,apresentação de Coral do Centro de Cultura Afro-brasileira de Conceição deJacareí, do grupo Filhos da Marambaia, grupos de capoeira, contação de lendas edepoimentos de moradores e descendentes de famílias tradicionais do município,além de uma visita ao parque das ruínas da Praia do Sahy.
Fonte: Diário do Vale, 28/03/2012

Obra do Metrô interdita ruas da Tijuca

Obra do MetrôRio irá interditar as seguintes vias da Tijuca a partir desta quinta-feira:
Rua Dona Delfina, entre a Rua Conde de Bonfim e o nº 12, até o dia 29 de junho de 2012. Não será permitido estacionamento no trecho.
Rua Itacuruçá, no trecho entre a Rua Conde de Bonfim e o nº 19, até o dia 29 de março de 2013. No mesmo período será implantado duplo sentido na Rua Itacuruçá, no trecho entre o nº 19 e a Rua Andrade Neves. Também fica proibido o estacionamento em ambos os lados da via.

Fonte: O Globo Online, 29/03/2012

Seguro de vida REFER

Refer presta esclarecimentos a respeito do aumento do seguro de vida.

Prezado (a) Segurado (a),

Objetivando prestar os devidos esclarecimentos acerca do aumento da apólice de Seguros de Vida em Grupo e ou Acidentes Pessoais Coletivo da qual V.Sa. faz parte, a Diretoria Executiva da REFER, vem expor o seguinte:

Na qualidade de representante dos segurados da referida Apólice, a REFER deve respeitar os termos da legislação específica e adotar procedimentos prévios para a renovação do Plano Coletivo. A atual Apólice vencerá em 30 de abril próximo e, para tanto,, iniciamos o processo de concorrência em janeiro de 2012. Convocamos a participação de 17 (dezessete) Corretoras e/ou Administradoras de Seguros conceituadas no mercado, dentre as quais somente cinco propostas foram apresentadas.

Por ter o grupo segurado uma idade média alta e consequentemente número de sinistralidade elevado, as Seguradoras, utilizando critérios técnicos legalmente aprovados pelo órgão Regulador, estabelecem os valores dos prêmios (mensalidade), não sendo assim de responsabilidade da REFER dimensionar o custo, já que exerce apenas o papel de estipulante averbador, ou seja, não participa do custeio da apólice.

A proposta vencedora – SulAméric a Seguros – após estudos da massa de segurados, apresentou o custo da Apólice que, em relação ao praticado atualmente, representa um reajuste de 46%. De acordo com as normas da SUSEP que é o órgão que regulamenta e fiscaliza as seguradoras, para reajustes superiores a 30% é necessária a anuência de pelo menos 3/4 (75%) do Grupo Segurado para a renovação da Apólice (artigo 8º da Circular nº 317, de 12/01/2006), motivo pelo qual solicitamos seu pronunciamento, até 23/03/2012.

Lembramos que para a renovação da referida Apólice de Seguro, 75% do total de segurados deverá se pronunciar, manifestando assim, sua concordância em relação ao aumento da mensalidade (prêmio). Caso não seja alcançado o precentual mencionado, a Apólice será encerrada, fato que independe da vontade da Fundação, sendo esta decorrente da obrigatoriedade no cumprimento de um comando legal, razão pela qual solicitamos ao Grupo Segurado para se manisfestar o mais breve possível.

Mais informações poderão ser obtidas através da Central de Relacionamento com o Participante no telefone: 0800 709 63 62 e pel osite www.refer.com.br  ou pelo e-mai: relacionamento@refer.com.br.

Diretoria Executiva da REFER

Câmara cria subcomissão para obras de mobilidade

Foi instalada na terça-feira (27) a Subcomissão Especial de Acompanhamento das Obras de Mobilidade Urbana da Comissão de Viação e Transportes. O deputado Mário Negromonte (PP-BA), autor do requerimento para a criação da subcomissão, foi eleito presidente e já apresentou um requerimento para que o secretário de Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, Luiz Carlos Bueno, seja ouvido pelos integrantes da subcomissão.
O deputado explica que a Secretaria de Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades é a responsável, dentro do Executivo, pelo PAC Copa, pelo PAC Mobilidade Grandes Cidades e pelas outras obras que recebem verbas federais na área de mobilidade urbana.
A Subcomissão foi criada para acompanhar esse trabalho e contribuir para que o Executivo possa cumprir prazos e orçamentos, principalmente considerando-se a proximidade de dois grandes eventos – a Copa 2014 e as Olimpíadas 2016 – que trazem uma enorme repercussão da imagem do Brasil no exterior.
“A presença do secretário nacional de Mobilidade Urbana em reunião da Subcomissão Especial do PAC Mobilidade Urbana, com participação extensiva a todos os deputados da Comissão de Viação e Transportes que queiram participar, é de fundamental importância neste momento de início de trabalhos, para construir uma agenda norteada pela objetividade desse diagnóstico do Executivo”, diz o deputado.
Após a instalação, o deputado Alberto Mourão (PSDB-SP) foi eleito vice-presidente, e o deputado Hugo Leal (PSC-RJ) foi designado relator.
Obras
A subcomissão vai acompanhar obras relativas a metrôs, BRTs, veículos leves sobre trilhos (VLTs), corredores exclusivos, portos, aeroportos, rodovias e ferrovias – algumas delas integrantes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
BRT (Bus Rapid Transit) é um sistema de ônibus biarticulados que se deslocam em alta velocidade por corredores exclusivos, diminuindo o tempo de viagem, se comparado ao serviço de ônibus atual. O pagamento da passagem é realizado fora dos veículos, nas estações, aumentando a agilidade das chegadas e partidas. Juntos, os três corredores que estão sendo implementados no Rio de Janeiro (Transoeste, Transcarioca e Transolímpica) irão totalizar 123 km, que conectarão diversos bairros de todas as zonas da cidade.
A Comissão de Desenvolvimento Urbano também criou uma subcomissão especial para acompanhar o andamento das obras de mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Fonte: Agência Câmara, 28/03/2012 

Buzinaço de trens na Rio +20

Operadores de trens e ferrovias decidiram fazer um buzinaço mundial no dia 19 de junho, durante a realização da conferência Rio +20. Às 19h00, horário de Brasília, todos os trens em operação no mundo deverão acionar suas buzinas com o objetivo de chamar a atenção para a utilização do transporte ferroviário. A ideia dos organizadores é mostrar que o uso do transporte sobre trilhos é o mais sustentável, tanto pelo fato de poluir menos que automóveis e caminhões, como por transportar uma  grande quantidade de passageiros ou cargas sem provocar congestionamentos.

Fonte: Portal Exame, 27/03/2012

VLT contra o abandono em Itaboraí

O projeto prevê a recuperação da malha ferroviária, o mais antigo transporte de massa do país, que data do século dezenove.
Itaboraí de volta aos trilhos. Esse é o objetivo do Projeto Central – Aceleração do Transporte Ferroviário no Rio de Janeiro – apresentado na Prefeitura de Itaboraí, na última segunda-feira, que irá oferecer à população o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), dando mais rapidez na locomoção e minimizando os transtornos com o transporte rodoviário vividos diariamente pelos moradores da região Leste Fluminense. O VLT pretende beneficiar cerca de quatro milhões de pessoas, passando pelo seguintes trechos: Saracuruna – Guapimirim; Magé – Visconde de Itaboraí; Niterói – Visconde de Itaboraí (Linha 3) e Santa Cruz – Itaguaí.

Fonte: Jornal O São Gonçalo, 27/03/2012

Termo para volta do trem na Serra é assinado

O prefeito Paulo Mustrangi assinou nesta sexta-feira (23) o Acordo de Cooperação Técnica, junto com prefeito de Magé, Nestor Vidal, com o secretário de Estado de Transportes, Julio Lopes e com o subsecretário de Estado de Obras, Vicente Loureiro. O acordo celebrado tem como objetivo o desenvolvimento de estudos e ações que estabeleçam condições técnicas, operacionais e econômicas necessárias à reativação da Estrada de Ferro Príncipe do Grão Pará.

“O trabalho de resgate da estrada de ferro tem um viés econômico e histórico, pois resgata o elo com a cidade. A assinatura deste protocolo é um grande passo para que este sonhado projeto seja concretizado. Tenho certeza que as esferas de poder público oferecerão todas as condições necessárias para a volta do trem a Petrópolis. Fica aqui o meu muito obrigado aos militantes da causa (GT-Trem) que nunca esmoreceu diante das dificuldades”, afirmou Mustrangi.
O prefeito de Magé, Nestor Vidal, destacou que “em sete meses de governo demos uma guinada profunda em direção ao desenvolvimento. Tenho certeza que junto com o prefeito Mustrangi e com o governo estadual, vamos conseguir alcançar os nossos objetivos”.
Julio Lopes também disse que o “projeto tem a um viés econômico muito importante para as cidades envolvidas e acredito que um passo muito grande foi dado para o projeto sair do papel”.
O subsecretário de Estado de Obras, Vicente Loureiro, disse que “com o estudo de viabilidade e o suporte do Prodetur, será possível a realização deste projeto”.

História da estrada de ferro.
A Grão-Pará era um prolongamento natural da primeira ferrovia do Brasil, a Estrada de Ferro Petrópolis, de iniciativa do Barão de Mauá, inaugurada em 1854 com a presença do Imperador Dom Pedro II. Mauá detinha a concessão para levar os trilhos até Petrópolis, mas em virtude da sua derrocada financeira, a obra só foi concluída em 1883, quando os trilhos finalmente chegaram a Petrópolis após vencerem o plano inclinado de seis quilômetros da Serra da Estrela, entre Vila Inhomirim (Raiz da Serra) e o Alto da Serra, em Petrópolis.
A reativação dessa ferrovia é um antigo sonho petropolitano. Reinstalando-se os seis quilômetros de trilhos no trecho da serra, o Trem Expresso Imperial poderá conectar-se aos 49 quilômetros de trilhos que já existem, entre Vila Inhomirim e o Centro do Rio, precisamente na Estação da Leopoldina.

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 23/03/2012

Salário Mínimo Profissional

Veja informação enviada pelo Senge-RJ

Processos – parecer. 0129100-59.2008.5.01.0071 – Central / SMP Apresentamos nossos cálculos em fevereiro de 2011. A empresa então teve prazo para se manifestar. Em abril requereu devolução do prazo, o que foi deferido, mas reteve os autos além do novo prazo. Assim, requeremos na Vara do Trabalho que fosse notificado o advogado para devolver sob pena de busca e apreensão, dentre outras. Isto foi feito em novembro de 2011. Em seguida os prazos judiciais foram suspensos, e após houve o recesso judiciário. Após o retorno do recesso em janeiro (dia 24) foi expedido mandado de busca e apreensão, mas antes que o oficial de justiça fosse ao escritório, o advogado devolveu os autos do processo (daí a informação “cumprido com finalidade não atingida”, constate do site, não fez a busca e apreensão porque devolveram antes, mandado devolvido em 19/03, ontem). Com o processo agora na Vara do Trabalho, e com o mandado devolvido ontem, o próximo passo é despachar com o Juiz buscando que ele homologue nossos cálculos. 0034000-46.2007.5.01.0028 – CBTU / SMP Fomos notificados para apresentar novos cálculos em outubro de 2011 O réu foi notificado para se manifestar sobre cálculos apresentados por nós em fins de janeiro de 2012. Ontem (19/03) a empresa devolveu os autos do processo e requereu a remessa do processo para a contadoria do Juízo.

27/03/2012

Expresso das Letras

Locomotivas diesel e sua história

 Com a participação de vários colegas ferroviários e ferroviaristas a Academia Ferroviária de Letras (AFL) realizou no dia 11 de junho, palestra com o tema Locomotivas diesel e sua história.

A palestra aconteceu no auditório da Aenfer às 10 horas e foi aberta pelo presidente e diretor da AFL Sávio Neves e Victor José Ferreira respectivamente que na oportunidade elogiou o Jornal Aenfer com conteúdo de interesse à categoria ferroviária.

O engenheiro João Bosco Setti discorreu sobre o tema citado e contou episódios interessantes sobre as locomotivas diesel e sua evolução.

“Talvez o que poucos perceberam com a chegada dessa locomotiva é que eles trouxeram cores a esse veículo ferroviário, detalhe interessante, visto que, a grande maioria, cerca de 90% era preta”, disse o palestrante.

Levando-se em conta que a ferrovia atinge o imaginário popular e tem um apelo muito forte, Bosco Setti salientou que a ferrovia teve predomínio a vapor por mais de 100 anos, vindo, a seguir as locomotivas elétricas e só depois surgindo as locomotivas a diesel.

Bosco Setti explicou que o início da tração diesel no Brasil ainda é pouco estudada e faltam informações sobre sua história. Apesar da pouca notícia a respeito desse assunto, o palestrante deu detalhes que muitas vezes passam despercebidos aos olhos de um leigo como por exemplo os estilos dessas locomotivas que parecem ser rigorosamente idênticas e no entanto existem vários modelos. São particularidades que só um estudioso no assunto ou quem aprecia essas máquinas que conseguem perceber.

O engenheiro disse que na década de 1970 o Brasil fez grandes compras de locomotivas importadas, mas fabricou aqui também por um longo período. Ele informou que no ano passado o Brasil foi escolhido como sede da segunda fábrica da Electro Motive Diesel (EMD) e a fábrica deverá ficar pronta ainda esse ano em Sete Lagoas (MG).

João Bosco Sertti que é membro da AFL finalizou sua apresentação agradecendo a presença dos amigos e pela oportunidade de falar sobre esse tema.

Comemoração em Juiz de Fora

No dia 22 de março os associados e amigos se encontrarem em Juiz de Fora para comemorar a festa dos aniversariantes de dezembro 2011, janeiro, fevereiro e março de 2012. Para poder atender os associados, a Aenfer já vem disponibilizando uma Van, que leva os convidados para o passeio. Participaram do encontro o presidente da Aenfer Luiz Lourenço e os diretores Celso Paulo, João Carnevale, Rubem Ladeira  e Telma Regina, além das associadas Delfina, Marlina e Ziléa e o representante da Aenfer junto ao Crea-RJ Pedro Paulo Thobias.

O encontro aconteceu na Churrascaria Potência do Sul e foi um sucesso que está se afirmando a cada evento.

Para selar a festa, a Aenfer levou um bolo e muitos presentes que foram distribuídos aos aniversariantes.