As 10 maiores redes de VLT do mundo

Os veículos Leves sobre Trilhos – VLT operam no mundo todo, e são importantes nos deslocamentos de média capacidade nas localidades. Listamos neste texto (e vídeo acima) as 10 maiores redes de VLTs do mundo. Confira:

 

10 – Sofia

A rede de bonde de Sofia é uma das principais instalações de transporte público da capital da Bulgária . Começou a funcionar em 1 de Janeiro de 1901. Sua rede tem 154 km de extensão e 14 linhas.

 

9 – Budapeste

A rede de bonde de Budapeste faz parte do sistema de transporte coletivo da capital da Hungria. As linhas servem como a segunda coluna vertebral mais importante do sistema de trânsito (depois da rede de ônibus), transportando quase 100 milhões a mais de passageiros anualmente do que o metrô de Budapeste.

Destacamos os trens deste sistema, sendo que são os maiores VLTs do mundo. Com 55,9 metros de comprimento, produzido pela espanhola Caf, o VLT da capital da Hungria é o maior do planeta. Em termos comparativos, o VLT da Baixada Santista possui 43,7 metros de comprimento e o do Rio de Janeiro, 44 metros.

 

8 – Los Angeles

O Los Angeles Metro Rail é um sistema de transporte ferroviário urbano que serve o condado de Los Angeles, Califórnia . É composto por seis linhas, incluindo duas linhas de metrô de trânsito rápido (linhas B e D ) e quatro linhas ferroviárias leves (linhas A , C , L e E ) que servem 93 estações. Conta com 169 km.

7 – Viena

São uma parte vital do sistema de transporte público em Viena , capital da Áustria . Em operação desde 1865, a rede alcançou sua maior extensão durante o período entre guerras (1918-1939). Hoje, é a sétima maior rede de bondes do mundo, com cerca de 176,9 quilômetros (109,9 milhas) de comprimento total e 1.071 estações.

 

6 – Milão

A rede de bonde de Milão faz parte da rede de transporte público da cidade italiana, operada pela Azienda Trasporti Milanesi (ATM). Em operação desde 1881, a rede atualmente tem 181,8 km (113,0 mi) de comprimento.

 

5 – Berlim

O bonde de Berlim (alemão : Straßenbahn Berlin ) é o principal sistema de bonde de Berlim, na Alemanha . É uma das redes de bondes mais antigas do mundo, com suas origens em 1865 e é operada pela Berliner Verkehrsbetriebe (BVG), fundada em 1929. Algumas de suas linhas operam 24 horas por dia. São 22 linhas e 193 km de extensão.

4 – Colônia

O Stadtbahn de Colônia é um sistema de trilhos leves na cidade alemã de Colônia, incluindo várias cidades vizinhas da região de Colônia-Bona. O termo Stadtbahn denota um sistema que engloba elementos de bondes. Conta com 198,5 quilômetros de extensão, 12 linhas e transporta quase 800 mil passageiros por dia.

3 – São Petersburgo

Os bondes em São Petersburgo são o principal meio de transporte público na cidade de São Petersburgo , na Rússi . São Petersburgo já teve a segunda maior rede de bondes do mundo , consistindo em cerca de 340 quilômetros (210 milhas) de trilhos sem duplicação no final dos anos 80.

No entanto, desde 1995, a rede de bondes diminuiu acentuadamente em tamanho à medida que grandes partes da via foram removidas, principalmente no centro da cidade. No início de 2007 a rede de bondes havia caído para pouco mais de 220 quilômetros (140 milhas), e na década de 2010 operava apenas 205,5 quilômetros (127,7 milhas) de rede.

 

2 – Moscou

Com 208 km e 44 linhas, a rede de bonde de Moscou é dividida em duas sub-redes, é um elemento-chave do sistema de transporte público em Moscou , capital da Rússia. Inaugurado em 1872, é operado desde 1958 pela Mosgortrans , uma empresa estatal.

 

1- Melbourne

A rede de bonde de Melbourne, com 250 quilômetros de trilhos (155 milhas), já é a maior do mundo. No próximo ano, o sistema acrescentará outra distinção: será o primeiro a ser alimentado inteiramente por energia solar. Os bondes operam continuamente em Melbourne desde 1885.

Fonte: ViaTrolebus

As 10 maiores redes de VLT do mundo

 

Acesse também o Blog da AENFER

https://aenferferrovias.blogspot.com/

Deixe um comentário

voltar para página inicial

Av. Presidente Vargas, 1733 - 6° e 7° andar - Centro - telefax: (21) 2221-0350 / (21) 2222-1404 / (21) 2509-0558