Atual situação do Trem Rio-Minas

Com o falecimento do idealizador do Trem Rio-Minas, Paulo Henrique do Nascimento, em novembro de 2018, a ONG Amigos do Trem passou a ser presidida por Cyntia Nascimento Leite. O Site Pólis entrou em contato com a presidente e ela esclareceu a atual situação do projeto que visa resgatar o movimento ferroviário na região através de um circuito turístico de 120 km entre Cataguases (MG) e Três Rios (RJ).

Cyntia disse que a composição reformada, com 9 vagões de passageiros e 2 locomotivas, estão na cidade de Três Rios (RJ) e que as máquinas que estão na oficina de Recreio são extras. Ela informou que a documentação legal da ANTT foi toda concluída, incluindo a inspeção da Agência Reguladora da linha férrea entre Três Rios, Chiador, Sapucaia e Além Paraíba. Já, a inspeção no trecho entre Além Paraíba, Volta Grande, Recreio, Leopoldina e Cataguases, depende da programação da ANTT.

A presidente lembrou também que a revitalização da linha férrea não depende da ONG Amigos do Trem. Este serviço é responsabilidade da concessionária FCA/VLI. “Neste momento aguardamos as decisões futuras da concessionária para formalização do Contrato Operacional Específico para operação do Trem Rio-Minas e decisões da ANTT e MPF”, disse.

 

Confira na íntegra a nota da ONG Amigos do Trem 

A ONG Amigos do Trem vem por meio deste comunicar a todos que o Trem Rio-Minas está com 09 vagões de passageiros e 02 locomotivas reformadas. Quanto a parte da documentação legal da ANTT foi toda concluída, incluindo a inspeção da Agência Reguladora da linha férrea entre Três Rios, Chiador, Sapucaia e Além Paraíba, aguardando a segunda inspeção de Além Paraíba, Volta Grande, Recreio, Leopoldina e Cataguases, data esta que deverá ser programada e realizada pela ANTT.

O Trem Rio-Minas encontra-se estacionado na cidade de Três Rios aguardando a conclusão da revitalização da linha férrea que vem sendo realizada pela concessionária FCA/VLI, não dependendo do operador do trem que é a ONG Amigos do Trem.

A ONG neste momento aguarda as decisões futuras da concessionária para formalização do Contrato Operacional Específico para operação do trem Rio Minas e decisões da ANTT e MPF.

Também comunicamos que o projeto do Trem Rio-Minas continua cada dia mais forte e consolidado até que se resolva de fato estas questões burocráticas acima transcritas para que se possa dar início às operações.

Atenciosamente,

Cyntia Nascimento Leite
Presidente da ONG Amigos do Trem

Fonte: polisrecreio.com.br, 29/01/2019

Deixe um comentário

voltar para página inicial

Av. Presidente Vargas, 1733 - 6° e 7° andar - Centro - telefax: (21) 2221-0350 / (21) 2222-1404 / (21) 2509-0558