Contrato de Ferrovia será assinado em novembro

O ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas garantiu, que em novembro haverá assinatura do contrato para a Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico), “saindo de Lucas do Rio Verde, que vai acontecer graças a coragem do presidente Bolsonaro e vamos assinar o contrato, com a primeira perna já em obras ano que vem, de Água Boa até Mara Rosa, em Goiás, ligando o Vale do Araguaia a Ferrovia Norte Sul. Depois vai estender até Lucas”, destacou, durante visita a Sinop, com o presidente Jair Bolsonaro, na última sexta-feira.

Ao todo, o projeto prevê a construção de 1.641 quilômetros de trilhos. O primeiro percurso entre Mara Rosa e Água Boa terá cerca de 383 quilômetros, se conectando com a Ferrovia Norte-Sul. Para um segundo momento, planeja-se a construção de 518 de Água Boa até Lucas do Rio Verde e uma última etapa de 740 quilômetros do norte mato-grossense até Vilhena (RO) acessando portos e escoando a produção para o exterior. O investimento estimado é de R$ 2,73 bilhões e prazo de quatro anos para entrega.

Tarcísio ainda lembrou da Ferrogrão (ferrovia de Sinop a Miritituba-PA), demonstrou confiança para os próximos anos e disse que o Estado é “o Brasil que dá certo”. “Não tem como não pensar como vai ser Mato Grosso daqui alguns anos, com o maior entroncamento de ferrovias do Brasil. Teremos também a Ferrogrão, que estamos nos procedimentos, vamos conseguir empreender e vai se tornar uma realidade. Estou impressionado com o apetite dos investidores, que acreditam no Estado, nas pessoas que estão aqui, na capacidade de cada um”, completou.

Para a Ferrogrão são esperados investimentos de R$ 8,4 bilhões no projeto de concessão, com 933 quilômetros de extensão. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) já aprovou Plano de Outorga, acompanhado dos estudos técnicos e das minutas de edital e de contrato para a concessão  e protocolou para análise do Tribunal de Contas da União.

O ministério da Infraestrutura, informou que as obras da Ferrogrão, iniciarão em Sinop seguindo até o Porto de Miritituba com previsão que o leilão de concessão para a construção e operação ocorra no 1° trimestre de 2021. A projeção de exportação de grãos em 2021, caso seja concluída, é de 23 milhões de toneladas em 47 locomotivas e 1.180 vagões e, em 2030, atingir 31,7 milhões, operando com 83 locomotivas  e 3 mil vagões. Há projeções da Ferrogrão ter ramais em Lucas e sorriso.

Estão previstos, também, o ramal de Santarenzinho, entre Itaituba e Santarenzinho, no município de Rurópolis (PA), com 32 quilômetros, e o ramal de Itapacurá, com 11 quilômetros.

 

Fonte: Só Notícias,  22/09/2020

Comentários fechados.

voltar para página inicial

Av. Presidente Vargas, 1733 - 6° e 7° andar - Centro - telefax: (21) 2221-0350 / (21) 2222-1404 / (21) 2509-0558