Ferroeste apresenta ferrovia que pode chegar a Pontal do Paraná

A Ferroeste fará quatro Consultas Públicas para explicar a proposta de construção de uma nova ferrovia entre Dourados (MS) e o Porto de Paranaguá/Pontal do Paraná.

As reuniões, que foram marcadas para os municípios de Dourados, Guarapuava, Cascavel e Curitiba, também têm como finalidade ampliar o debate e receber contribuições da sociedade civil sobre o modal ferroviário na região abarcada pelo projeto.

Com as Consultas Públicas a Ferroeste pretende dar início à discussão em torno da viabilidade da nova ferrovia. As consultas serão realizadas nas seguintes datas e locais:

Guarapuava/PR

Dia: 5 de outubro de 2017

Endereço: Auditório da Acig (Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava)

Rua XV de Novembro, 8040, Centro.

Horário: das 14h30 às 17h00.

 

Cascavel/PR

Dia: 6 de outubro de 2017

Endereço: Auditório da ACIC (Associação Comercial e Industrial de Cascavel)

Rua Pernambuco, 1.800, Centro.

Horário: das 14h30 às 17h00.

 

Curitiba/PR

Dia: 9 de outubro de 2017

Endereço: Auditório do DER (Departamento de Estradas de Rodagem)

Avenida Iguaçu, 420, 1º andar, Rebouças.

Horário: das 14h30 às 17h00.

 

Dourados/MS

Dia: 16 de outubro de 2017

Endereço: Auditório da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados)

Avenida Joaquim Teixeira Alves, 1480, Centro.

Horário: 19h00 às 21h30.

 

A nova ferrovia será composta por dois trechos ferroviários: Trecho 1 – Guarapuava ao Porto de Paranaguá/Pontal do Paraná (concessão estadual). O artigo 21 da Constituição Federal diz que só é concessão federal os serviços que ultrapassam os limites estaduais ou liguem portos às fronteiras; Trecho 2 – Dourados, no Mato Grosso do Sul, a Guarapuava, no Paraná (a subconcessão federal deste segmento já é da Ferroeste).

O Trecho 1 da nova ferrovia de concessão estadual ligando Guarapuava ao porto terá 400 km de extensão, descendo a serra em paralelo à BR-277. A concessão desse trecho será estadual.

O Trecho 2 prevê a extensão de um ramal de Cascavel a Maracaju (MS) com a construção de 350 km de ferrovias.

O projeto prevê ainda a revitalização do trecho de 250 km já existente e operado pela Ferroeste entre Guarapuava e Cascavel. Este trecho também será subconcessionado.

 

Fonte: Correio do Litoral, 04/10/2017

Deixe um comentário

voltar para página inicial

Av. Presidente Vargas, 1733 - 6° e 7° andar - CEP 20210-030 - Centro - Rio de Janeiro - telefax: (21) 2221-0350 / (21) 2222-1404 / (21) 2509-0558 - aenfer@aenfer.com.br