Ferrovia ligará Tibete e Nepal

A China e o Nepal construirão uma ferrovia transfronteiriça ligando a Região Autônoma do Tibete com Catmandu, de acordo com mais de 10 documentos cooperativos assinados nesta última quinta-feira.

A assinatura foi testemunhada pelo primeiro-ministro chinês Li Keqiang e o seu homólogo nepalês, Prasad Sharma Oli, no Grande Salão do Povo, em Beijing. Oli está em uma visita de seis dias à China.

A nova linha ferroviária ligará o porto comercial de Gyirong na cidade de Xigaze, no Tibete, com a capital nepalesa, Catmandu, segundo Kong Xuanyou, vice-ministro chinês das Relações Exteriores em uma coletiva de imprensa realizada depois do encontro entre os dois líderes.

Uma linha ferroviária entrou em funcionamento em 2014, ligando Xigaze com a capital da região autônoma, Lhasa, no terminal da Ferrovia Qinghai-Tibete.

A China quer trabalhar em conjunto com o Nepal para construir uma rede de conectividade, atravessando o Himalaia, através de projetos de portos comerciais, ferrovias, rodovias, rotas de aviação e telecomunicações, disse Li.

Li afirmou que os dois países têm que aprofundar cooperação no comércio, capacidade de produção, investimento e produtos agrícolas para desenvolver as suas próprias vantagens.

As empresas chinesas serão apoiadas para investir no vizinho do sul da Ásia, o que também deve facilitar os seus negócios, acrescentou Li.

Li ainda apelou ao início de negociações sobre o acordo de livre comércio entre os dois países o mais cedo possível.

De acordo com o primeiro-ministro chinês, a China quer reforçar os intercâmbios e a coordenação com o Nepal em organizações multilaterais, tais como as Nações Unidas e a Organização de Cooperação de Shanghai, em prol de interesses comuns.

Oli, por sua vez, disse que os dois países têm mantido contatos estreitos a longo prazo e insistem nos cinco princípios de coexistência pacífica, respeitando mutuamente os seus interesses.

O Nepal persiste na política de Uma Só China e promete não tolerar atividades anti China no seu território, disse Oli. O seu país irá continuar a fortalecer os laços de cooperação com a China e a participar ativamente na iniciativa do Cinturão e Rota, acrescentou.

Fonte: Diário do Povo Online, 22/06/2018

Deixe um comentário

voltar para página inicial

Av. Presidente Vargas, 1733 - 6° e 7° andar - Centro - telefax: (21) 2221-0350 / (21) 2222-1404 / (21) 2509-0558