Gentileza nos trilhos do metrô

Jovem cadeirante do Rio publica livro sobre gentileza, inspirado em mensagens de condutor do metrô. Abhay Zukoski, de 13 anos, ouvia a saudação feita no início das viagens por Marcos Paulo Lima no período de tratamento de doença motora. G1 acompanhou o encontro entre o jovem e o motorista, que emocionou passageiros na Estação Nossa Senhora da Paz, em Ipanema.

Uma mensagem positiva nos alto-falantes dos vagões do metrô do Rio de Janeiro levou um jovem de 13 anos a escrever um livro sobre gentilezas – e proporcionou um encontro emocionado.

Na plataforma da Estação Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, na Zona Sul da cidade, Abhay Zukoski realizou o sonho de conhecer Marcos Paulo de Lima, o condutor Lima, de 42 anos, dono da voz que repetia a gentil saudação que inspirou o jovem autor.

“Bom dia, eu sou o condutor Lima. Desejo a todos uma boa viagem e que, mesmo diante das dificuldades e desafios da vida, consigam realizar seus projetos e sonhos”.

A mensagem, repetida diariamente há quase 10 anos por Lima no início de cada viagem, acompanhou Abhay nos deslocamentos pela cidade. Morador de Copacabana, o jovem artista nasceu com disrafismo oculto, uma deficiência motora, o que fez com que ele e a mãe optassem pelo metrô como transporte.

Durante meses ouvindo a mensagem de Lima, a quem Abhay chamava de ‘Anjo’, a mãe do autor, Adriana Zukoski, conseguiu levar o jovem até a porta da cabine da composição na Estação Flamengo. A rápida troca de acenos, no entanto, foi o suficiente para inspirar Abhay a escrever o seu quarto livro e dedicar o capítulo inicial ao condutor.

O jovem diz que a ideia de escrever o livro sobre o condutor Lima surgiu como uma maneira de eternizar o breve encontro.

“Como ele estava no meio da viagem, não deu tempo de conversar muito. A gente só desejou boa viagem, e aí ele partiu. Eu achei aquilo tão emocionante que eu decidi escrever para nunca mais esquecer. Eu não sabia se teria a chance de encontrar ele de novo”, conta Abhay.

Oito meses depois, os dois finalmente se encontraram. Após um abraço emocionado, o pequeno artista leu o conto ‘Sr Lima’, escrito em homenagem ao piloto.

“A generosidade nele é espetacular, o carinho dele por mim, essas coisas que ele me transmitiu sem a gente se conhecer, me tocou profundamente, é muito forte. A mensagem do meu coração chegou até o coração dele. Quando a mãe dele me falou sobre o livro, meu Deus do céu…”, disse Lima.

Fonte: G1, 05/11/2019

https://g1.globo.com/globonews/estudio-i/video/jovem-publica-livro-sobre-gentileza-inspirado-em-mensagens-de-condutor-do-metro-8065786.ghtml

.

Deixe um comentário

voltar para página inicial

Av. Presidente Vargas, 1733 - 6° e 7° andar - Centro - telefax: (21) 2221-0350 / (21) 2222-1404 / (21) 2509-0558