Reunião Técnica na AENFER

O diretor Cultural e de Preservação da Memória Ferroviária da Aenfer, engenheiro Hélio Suêvo esteve reunido com os coordenadores do Movimento em Defesa dos Trens – MDT Fábio Paixão, Francisco José Andrade Costa e José Maurício da Silva na sede a Aenfer na tarde do dia 04 de setembro.

O motivo da reunião foi para ajustar dados e criar uma cartilha de intenções para ser entregue às Presidências da Comissão do Trem Barrinha da Alerj, da Comissão de Viação e Transporte da Câmara Federal, ANTT e MRS Logística. Também participou da Reunião o engenheiro Raul de Bonis.

O trem Barrinha fazia a linha Japeri-Barra do Piraí e começou a ser operado na primeira metade da década de 1970, contando em 1976 com dois horários, saindo de Barra do Piraí de madrugada e outro próximo ao meio-dia, para um trem que ia e voltava nesse percurso. Eram originalmente trens elétricos, passando posteriormente a TUE rebocados por locomotivas diesel, devido à desativação da eletrificação do trecho.

O Barrinha parou de circular devido a um acidente trágico no dia 18 de setembro de 1996, quando a composição, com 90 passageiros, foi atingida por um cargueiro que desceu a serra, desgovernado, a 700 metros da estação de Japeri.

O Barrinha ainda voltou a andar em 2002, por uma vez somente, numa viagem experimental.

Desde a sua desativação, a volta do trem continua sendo esperada pela população daquela região. Várias Audiências Públicas foram realizadas propondo a reativação daquele trecho.

Entidades preservacionistas também se movimentam e aguardam um sinal verde para a volta do trem.

Para quem quiser relembrar como era aquela viagem, assista ao vídeo em DESTAQUES no nosso site na coluna Apaixonados por Trem


 

Comentários fechados.

voltar para página inicial

Av. Presidente Vargas, 1733 - 6° e 7° andar - CEP 20210-030 - Centro - Rio de Janeiro - telefax: (21) 2221-0350 / (21) 2222-1404 / (21) 2509-0558 - aenfer@aenfer.com.br