Rumo Malha Norte na linha de investimentos

A elevação da Malha Paulista a outro patamar de transporte com as obras de modernização pós-renovação do contrato vai demandar da Rumo investimentos também na Malha Norte, hoje a principal ponta de captação de cargas com destino ao Porto de Santos. Alguns trechos da Norte vão passar por intervenções como troca de trilhos para modelo de maior capacidade (TR 68, o mesmo que será aplicado na linha tronco da Paulista), entre outras. O objetivo é uniformizar a capacidade de transporte da via para 32,5 toneladas/eixo – a mesma que deverá ser alcançada pela Paulista após as obras de melhorias. Compra de material rodante para a frota da Malha Norte também está nos planos. 

O objetivo é tentar otimizar ao máximo a utilização da via reformada da Malha Paulista, diz o diretor Regulatório Institucional da Rumo, Guilherme Penin.  ”A Malha Norte tem um prazo de amortização confortável para esses investimentos. A concessão é até 2079. Fizemos vários pátios novos na Malha Norte nos últimos anos, vários pátios novos de cruzamento, constante modernização de trilho e uma expansão muito grande no terminal de Rondonópolis”.   

Sobre as obras de modernização no terminal de Rondonópolis, Penin afirmou que deverão ser concluídas nas próximas semanas. ”Os três principais sistemas do terminal estão sendo ampliados: recepção de caminhão, armazenagem e carregamento de trens. A Malha Norte é permanentemente objeto de grandes investimentos porque ela é a ponta de captação de cargas do sistema, assim como será a Norte-Sul, que está em obras agora”, ressaltou.   

Fonte: Revista Ferroviária, 29/06/2020

Comentários fechados.

voltar para página inicial

Av. Presidente Vargas, 1733 - 6° e 7° andar - Centro - telefax: (21) 2221-0350 / (21) 2222-1404 / (21) 2509-0558