SuperVia sofre furtos de álcool em gel

A SuperVia está instalando dispensers de álcool em gel 70% nas estações do sistema ferroviário para uso e segurança dos clientes, mas durante o dia de hoje já foram registrados dois casos de furto desses equipamentos. O primeiro ocorreu por volta das 9h na estação Deodoro. A equipe da SuperVia observou pela câmera de segurança quando um homem removeu o repositor de álcool, no mezanino da estação, e se dirigiu para uma das plataformas. Seguranças da concessionária e policiais militares foram acionados. O homem foi detido e levado para a 33ª DP (Realengo), onde foi autuado e enquadrado no crime de furto. Em seguida, ele foi liberado. O segundo caso ocorreu na estação São Cristóvão por volta das 14h. Nesta segunda ocorrência, não houve prisões e o material não foi recuperado.

A empresa lamenta que esses crimes atrapalhem o desenvolvimento de mais esta medida, que visa proporcionar mais segurança aos passageiros diante da epidemia do novo Coronavírus. As equipes da SuperVia estão mobilizadas para repor o material no menor tempo possível. A disponibilização do álcool em gel 70% nas estações é uma determinação de lei estadual. A concessionária já adquiriu todo o material necessários e iniciou a instalação, que ocorre de forma gradativa, em função de problemas de estoque e de logística de entrega dos fornecedores. 

Desde os primeiros sinais de transmissão da doença no estado do Rio, a concessionária adotou uma série de medidas preventivas. Equipes extras de limpeza realizam a desinfecção dos trens quando chegam à Central do Brasil, antes de suas partidas para novas viagens, durante todo o dia. A limpeza é feita no interior das composições, como em balaústres, alças pega-mão, e bagageiros. As estações de maior movimento também estão recebendo higienização especial nas catracas e validadores. Paralelamente, a SuperVia está utilizando os seus canais de comunicação para divulgar informações de prevenção à Covid-19. 

Buscando contribuir para a segurança de todos, a empresa também adotou medidas internas, afastando de suas funções colaboradores com mais de sessenta anos e realizando uma triagem de saúde no Centro de Controle Operacional, de onde os trens e estações são monitorados 24 horas por dia. Desde a semana passada, todos os profissionais que ainda atuam em campo para garantir o funcionamento dos trens receberam máscaras de pano reutilizáveis, em quantidade suficiente para que possam troca-las e higieniza-las de acordo com as orientações das autoridades de saúde.  

Fonte: SuperVia, 06/05/2020 

Visite o Blog da AENFER

https://aenferferrovias.blogspot.com/

Deixe um comentário

voltar para página inicial

Av. Presidente Vargas, 1733 - 6° e 7° andar - Centro - telefax: (21) 2221-0350 / (21) 2222-1404 / (21) 2509-0558